fbpx

Por um Grande Pacto Ecossocial e Econômico

Por Maristella Svampa e Enrique Viale Publicado em Anfibia Tradução: Tadeu Breda Foto: David Goldstein   Vivemos uma encruzilhada civilizatória cujo alcance e consequências ainda incertas envolvem as diferentes esferas da vida. A pandemia revelou e agudizou as desigualdades sociais e econômicas, tornando-as mais insuportáveis que nunca. Hoje, é necessário retomar aquelas alternativas que há […]

Ler mais

Capitalismo, reprodução e quarentena

Por Silvia Federici Tradução: Tadeu Breda Publicado originalmente por Traficantes de Sueños   Nós, feministas, repetimos há muitos anos que este sistema não garante nosso futuro, nem nossa vida presente. Este sistema está nos matando de muitas maneiras. Com a agricultura industrializada, por exemplo, ao produzir alimentos que prejudicam nossa saúde (em 2019, mais de […]

Ler mais

Machismo não faz quarentena

“Machismo não faz quarentena!”, reforçaram as mulheres argentinas que na segunda-feira, 30 de março, realizaram um “ruidazo” [barulhaço] em janelas, sacadas e varandas para espalhar por todo país o grito pelo fim do feminicídio e da violência de gênero — ainda mais em dias de resguardo dentro das próprias casas. Organizações sociais contabilizam onze assassinatos de mulheres nos últimos […]

Ler mais

O desejo feminista quer transformar tudo

Foram as greves feministas ao redor do mundo ali em março de 2017 que motivaram Verónica Gago a escrever seu mais recente clamor contra o sórdido avanço conservador e neoliberal. Atravessada pelo calor das manifestações e pela mobilização das mulheres latino-americanas, essa intelectual militante argentina, membro do coletivo NiUnaMenos, reflete sobre o feminismo que brota no “Sul do mundo”, […]

Ler mais

No centro da revolta latino-americana, o feminismo anticapitalista

Por Verónica GagoEntrevista a Roxana Sandá* Uma raiva de séculos envolve a América Latina e ressoa com amargura. O movimento de mulheres, lésbicas, trans e travestis levanta-se contra a caça feroz desencadeada após o golpe de Estado na Bolívia [em 10 de novembro de 2019] e faz frente ao aparato repressivo no Chile. São milhares […]

Ler mais

Caça às bruxas ajuda a entender aumento de feminicídios, diz Silvia Federici

Por Paula CarvalhoQuatro cinco um A filósofa e historiadora ítalo-americana Silvia Federici, autora do cultuado ensaio Calibã e a bruxa (Elefante), disse, em entrevista à Quatro cinco um, que estamos testemunhando um novo período de caça às bruxas ao longo dos últimos vinte anos. “Estou muito preocupada que a reação à luta das mulheres por mais autonomia, maior controle […]

Ler mais

Silvia Federici dialoga com pensadoras e militantes em São Paulo

A Editora Elefante levará a historiadora feminista Silvia Federici ao Auditório Simón Bolívar do Memorial da América Latina em 24 de setembro para a grande conferência de lançamento de seu livro O ponto zero da revolução: trabalho doméstico, reprodução e luta feminista. Na ocasião, a autora de Calibã e a bruxa: mulheres, corpo e acumulação […]

Ler mais

O que as mulheres libertárias da Guerra Civil Espanhola podem ensinar ao feminismo contemporâneo?

Mulheres Livres conta a história de um grupo de militantes anarquistas que, nos anos 1930, em um contexto de extrema agitação política e social que desembocaria na Guerra Civil Espanhola, decidiu montar uma organização própria, formada apenas por mulheres, para tratar dos assuntos que, acreditavam, deviam ser tratados pelas mulheres — e imediatamente, sem esperar […]

Ler mais

Novo livro de Silvia Federici aborda trabalho doméstico, reprodução e luta feminista

Depois do sucesso estrondoso de Calibã e a bruxa, que nasceu clássico, a Editora Elefante e o Coletivo Sycorax dão continuidade ao projeto de publicar toda a obra da historiadora feminista italiana Silvia Federici no Brasil com o lançamento de O ponto zero da revolução: trabalho doméstico, reprodução e luta feminista. Escrito entre 1974 e 2012, […]

Ler mais

Federici: sobre o feminismo e os comuns

Por Silvia Federici Tradução Inês Castilho Outras Palavras   A reprodução precede a produção social. Toque as mulheres, toque a rocha [1] (Peter Linebaugh)   Pelo menos desde que os Zapatistas tomaram a praça central de San Cristobal de las Casas, em 31 de dezembro de 1993, para protestar contra a legislação que dissolvia as terras […]

Ler mais