fbpx

Sobre racismo e prateleiras

Por Breno Castro Alves Newsletter da Elefante   A cena é catártica. O vídeo exibe uma jovem humana não identificada que atravessa um corredor do Carrefour Pamplona, em São Paulo, seu braço esticado impiedosamente lançando mercadorias ao solo plaplaplaplaplaplaplá, então corta a cena e logo se vê uma grande mancha de ketchup no chão do mercado […]

Ler mais

Desconto político em #VidasNegrasImportam e libertação negra e Donos do mercado

Depois do assassinato brutal de João Alberto Silveira Freitas por dois seguranças (um deles, policial, ambos funcionários de uma empresa que tem policiais como sócios) numa loja do Carrefour em Porto Alegre; da necessária reação social ao linchamento de mais um homem negro no Brasil, com manifestações nas ruas e nas redes; e de infelizes […]

Ler mais

Dia da Consciência Negra: um longo caminho a ser percorrido

Em 20 de novembro celebramos o Dia da Consciência Negra, mas há de se perguntar se existem motivos para comemoração. Pouco mais de 32% dos prefeitos eleitos em primeiro turno nas eleições 2020 são negros, uma proporção ainda distante dos 56% que esse grupo representa na população brasileira. Mas é um avanço: nas eleições municipais […]

Ler mais
© Neil Craver woman underwater

A mulher que mergulhou 1.192 textos ou Quarentena a 1.192 textos de profundidade

  Por Breno Castro Alves Newsletter da Elefante     Um retrato é a representação de um ponto de vista. É um objeto que oferece perspectiva aos que lhe atravessam. Assim, se você fizer direito, consegue ver a própria vida por olhos de outros. Eis a intenção de Retratos da vida em quarentena, livro que […]

Ler mais

O Brasil tomou ácido

Em abril de 1943, Albert Hofmann pedalava na Suíça experimentando a primeira viagem de LSD. No final dos anos 1960, a contracultura no Brasil respondia à ditadura no ritmo da Tropicália — e chapada. Em setembro de 1970, era proferida a primeira sentença do país por tráfico de dietilamida do ácido lisérgico. É por aí que se passa a História Social do LSD no […]

Ler mais

A covid-19 e as livrarias

Por Jorge Carrión Tradução: Tadeu Breda   Este 23 de abril — dia de São Jorge, dia da rosa e do livro na Catalunha, dia em que há 404 anos morreram Cervantes e Shakespeare, Dia Internacional do Livro — será o mais estranho de nossas vidas. Porque o livro e as flores com que costumamos […]

Ler mais

Contra a Amazon, adote uma pequena livraria

Já não é novidade que as restrições de mobilidade e aglomeração, que têm se mostrado necessárias para combater o contágio pelo novo coronavírus, atingiram em cheio as pequenas livrarias. Como uma editora minúscula que somos, sempre estivemos ao lado delas. Agora, não poderia ser diferente. Em sintonia com estes tempos sombrios, decidimos atrelar a pré-venda […]

Ler mais

E o racismo, pode parar?

Não que seria menos grave, absurdo ou revoltante, mas, vejam bem: não foi que, no meio de um fogo cruzado, um tiro acabou pegando de raspão no carro de uma família a caminho de um chá de bebê. Não. Foram 257 disparos que partiram das mãos de soldados brasileiros no Rio de Janeiro, número confirmado dias depois da impressão inicial, de oitenta balas. “Por engano.” […]

Ler mais

De Conselheiro Vivo ao isolamento: fios de uma reflexão sobre a importância da resistência conselheirista

Por Joana Barros, Caio Marinho, Grace Alves, João Batista & Paulo Zangalli Jr. Estivemos em Quixeramobim uma semana antes do isolamento e confinamento provocado pela pandemia do coronavírus. Lá lançamos o livro Sertão, sertões: repensando contradições, reconstruindo veredas. Uma honra ter estado na cidade natal do Beato Antônio, na semana Conselheiro Vivo. O convite veio […]

Ler mais

Como o LSD chegou ao Brasil e o que aconteceu depois

Osmar Ludovico da Silva era um jovem de classe média, morador do bairro da Pompeia, em São Paulo, quando decidiu “botar o pé na estrada”, segundo suas palavras: mudou-se para a Europa antes do golpe de 1964, viveu em diversos países e se aproximou das formas de agir e pensar que compunham a nascente contracultura […]

Ler mais