Os sertões, todo dia, em todo lugar

Os sertões é um livro inesgotável. Nasceu desacreditado, um calhamaço que parecia impraticável, e o próprio lançamento, no fim de 1902, já soava tardio, visto que os textos de Euclides da Cunha sobre a Guerra de Canudos foram publicados no jornal O Estado de S. Paulo em 1897. Nesse meio tempo, outras obras trataram do massacre do Exército contra os […]

Read More